+55 41 3372-4882

Blog

7 Maneiras Como a Engenharia Pode Aumentar os Ganhos e Economias nos Projetos Industriais.

08/05/20

Fazer engenharia tem um custo, não fazer tem um custo muito maior”

O trabalho da engenharia num projeto deve ser apoiar todas as áreas e usar seu conhecimento para “fazer mais com menos”. A engenharia deve se integrar com as demais áreas para criar projetos que atendam os requisitos abaixo:

1.    Dimensionamento apropriado de acordo com a necessidade.

O desenvolvimento da engenharia em um projeto multidisciplinar ajudará a garantir o dimensionamento adequado dos equipamentos, layout das instalações e a capacidade produtiva de acordo com as necessidades do cliente.

Uma solução robusta bem planejada permitirá que o custo de capital do seu projeto será otimizado e pode antecipar e preparar as expansões futuras permitindo a escalabilidade da produção a novos patamares conforme a empresa cresça.

2.    Capacidade e Eficiência Sustentáveis.

Todo projeto tem uma etapa de dimensionamento. É nela que o processo, equipamentos e instalações são criteriosamente calculados e estudados por uma equipe de profissionais multidisciplinares que selecionará materiais, equipamentos, técnicas e processos adequados para sua construção.

Assim a operação e a capacidade estarão suportadas por cálculos, estudos e conhecimentos. São eles que garantem a eficiência da instalação de produção.

3.    Visualização do projeto completo antes da construção e fabricação.

Uma das vantagens oferecidas pelos modelos 3D é a simulação ou virtualização, com a qual você pode visualizar qualquer tipo de projeto antes do sua fabricação e montagem.

Nesta fase devemos unir os especialistas no processo e do cliente para garantir uma revisão e simulação da instalação verificando fluxos de matéria prima, manutenção, estocagem e carregamento do produto final e diversas características e recomendações de processo e manuseio dos equipamentos.

É muito mais barato e ágil fazermos modificações, melhorias ou estudar reduções de custo nesta etapa.

4.    Economia de materiais do projeto.

Ao ter uma BOM (Bill of Materials) para um projeto, todos os materiais necessários para a construção do mesmo são garantidos e, portanto, uma estimativa dos custos unitários de materiais que permitem orçar seu custo total, evitando o excesso de custos no futuro. Da mesma forma, conhecer a BOM traz informações importantes para a estratégia de suprimentos. Ali estão os dados de volumes, pesos, quantidades, agrupamentos em famílias de materiais que apóiam os profissionais que definem as aquisições do projeto.

5.    Economizando os tempos de fabricação e montagem.

O desenvolvimento de engenharia ajuda a conhecer a rota crítica do projeto em suas etapas de fabricação e montagem, com as quais o gerente de projeto pode aperfeiçoar os tempos e alocar recursos de acordo com o plano de trabalho estabelecido, reduzindo custos e fazendo entregas dentro dos prazos estabelecidos.

Um bom projeto permite levar para as empresas de montagem e construção a realidade das áreas disponíveis e da complexidade do trabalho a executar. Um modelo 3D e as planilhas de montagem com quantitativos permitem estudar a seleção dos equipamentos de içamento e para qual período serão necessários e quais atividades podem ser feitas em paralelo. As imagens, quantidades e simulações 3D valem muito para o entendimento correto, a quantificação dos riscos e uma boa compra dos serviços de fabricação e montagem.

6.    Redução do tempo de inatividade devido à manutenção.

Uma instalação produtiva é feita para produzir rentabilidade, razão pela qual qualquer tempo de inatividade na planta gera perdas para a empresa. Ao desenvolver engenharia e design nos projetos, são garantidos os prazos de inatividade e manutenção recomendados, com os quais o cliente sabe quanto tempo sua planta será interrompida e quanto custará esses tempos de indisponibilidade, evitando incertezas e também reduzindo custos.

As paradas anuais podem ser planejadas verificando aonde os trabalhos serão executados, quais áreas podem receber os equipamentos desmontados e podem-se prever estruturas temporárias ou reforçar as existentes para realizar as atividades minimizando os deslocamentos e tempo consumidos.

7.    Padronização de peças que reduz os custos de manutenção.

A manutenção de um estoque de peças sobressalentes gera custos para qualquer instalação produtiva, para o qual o desenvolvimento de engenharia busca a padronização de peças que podem ser usadas em todos os diferentes componentes do projeto, reduzindo assim a quantidade de peças em estoque e seus custos de manutenção.

Cada disciplina busca padrões de engenharia para válvulas, motores, acionamentos, instrumentos, componentes de tubulações, pintura, isolamento e os mais diversos itens e serviços para ter um projeto de fácil manutenção e com alta intercambiabilidade de itens.

Desenvolver um projeto multidisciplinar bem guiado traz retornos para o seu investimento como:

·        Diminui o tempo de implantação

·        Traz tranqüilidade e previsibilidade para o projeto.

·        Economia de dinheiro, evitando o superdimensionamento

·        Diminui os desperdícios de materiais e os esforços mal direcionados.

·        Diminui os riscos com inconvenientes e surpresas na execução

O papel da engenharia no seu projeto é fazer bem feito na primeira vez, sempre envolvendo o cliente nas decisões críticas.